CIMBAL descontente com as acessibilidades no Baixo Alentejo
Publicado | 2018-07-19 04:07:06
 
O Conselho Intermunicipal da CIMBAL - Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo, divulgou uma tomada de posição pública sobre o descontentamento em relação ao mau estado das Acessibilidades do Baixo Alentejo.
 
O documento constava da Ordem de Trabalhos da reunião que se realizou na sede da CIMBAL, contando com a presença de sete dos treze municípios da Comunidade.

O Presidente do Conselho intermunicipal da CIMBAL, Jorge Rosa, destacou à Planície alguns dos pontos essenciais para o desenvolvimento da região do Baixo Alentejo, que continuam por realizar. O itinerário principal IP8; o percurso entre a ligação à A2 e a Rotunda da Malhada Velha está concluído há meses, sem entrar em funcionamento. A actividade económica, exige uma rede viária com condições de circulação e a que existe actualmente coloca em causa a segurança dos utilizadores.

Jorge Rosa salienta ainda as carências nas ligações ferroviárias, para o presidente é “ultrajante e até ofensivo” o serviço disponível no troço de Beja- Casa Branca. O aeroporto é outra das preocupações, pois continua sem utilização condizente com a capacidade instalada. Para a CIMBAL importa que esta estrutura seja integrada numa estratégia nacional, potenciando a sua utilização regularmente. As 13 Câmaras Municipais que compõem a Comunidade Intermunicipal têm feito um esforço no sentido de captar investimento e a criação de emprego, no entanto é necessário que a administração central possa ser um parceiro activo, assumindo as suas responsabilidades e competências, acrescentou Jorge Rosa.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
20 20
11 11
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda