Reforma da PAC, POSEI não terá corte nas verbas
Publicado | 2018-07-02 04:22:00
 
Segundo anunciou o Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, o Comissário Europeu Phil Hogan anunciou que não haverá corte de verbas no POSEI- Programa de Opções Específicas para o Afastamento e a Insularidade nas Regiões Ultraperiféricas, ao contrário do que constava da proposta inicial da Comissão Europeia de reforma da PAC – Política Agrícola Comum.
 
O anúncio do Comissário Europeu para a Agricultura e Desenvolvimento Rural ocorreu durante a visita aos Açores, a qual foi acompanhada pelo Ministro da Agricultura.

Recordamos que a proposta inicial da Comissão Europeia previa um corte de 3,9% nas verbas do POSEI para o próximo Quadro Comunitário de Apoio, situação da qual o Governo português discordou. Para Capoulas Santos, “o objectivo era manter o POSEI com dinheiros comunitários e esse objectivo acaba de ser alcançado, apesar da redução global do orçamento da PAC”.

O Ministro adiantou que o processo negocial que agora se irá iniciar vai incidir sobre “aspectos regulamentares que são importantes para Portugal", notando que “é desejável salvaguardar o acréscimo de mais 160 milhões de euros à dotação actual dos apoios no primeiro pilar da PAC, que está já contemplado na proposta de Bruxelas e reduzir a taxa de cofinanciamento no segundo pilar, mantendo o nível de apoios aos agricultores suportado pelo orçamento comunitário”.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
20 20
11 11
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda