Alentejo despende 224 euros por habitante em Farmácias
Publicado | 2018-06-29 04:35:06
 
O Alentejo é uma das regiões que, apesar da relativa proximidade entre municípios, apresenta uma grande disparidade de gastos com medicamentos. Actualmente, o Alentejo despende cerca de 224 euros por habitante em medicamentos nas farmácias, sendo que Mora é o concelho que mais dinheiro gasta.
 
Num estudo promovido pela Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa, apurou-se que as despesas nas farmácias estão relacionadas com o número de idosos que reside em cada município. 

No baixo Alentejo, mais precisamente no distrito de Beja os gastos não se revelaram significativos. Os dados são revelados num o estudo promovido pela Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa, que mostra como a proporção de idosos em cada município ajuda a explicar apenas 20% da variabilidade observada. Porém, como não se sabe o que explica o restante, os relatores da faculdade defendem uma análise mais aprofundada que avalie a prevalência de doenças por concelho, tal como os indicadores de prescrição e de despesa de medicamentos, incluindo a quota de genéricos.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
34 34
16 16
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda