Governo deixa Alentejo de fora dos investimentos para 2030
Publicado | 2018-06-20 10:07:53
 
A “metodologia do debate técnico e político” do Programa Nacional de Investimentos 2030 foi apresentada pelo Governo. Há já cerca de 40 projectos listados, metade dos quais ferroviários.
 
O Governo, iniciou ontem, uma discussão pública sobre o Programa Nacional de Investimentos, (PNI2030) para definir as prioridades dos investimentos infra-estruturais estratégicos de médio e longo prazo nos sectores da Mobilidade e Transportes, Ambiente e Energia. De acordo com fonte oficial do Ministério do Planeamento e Infraestruturas, serão realizados debates temáticos em todo o país de modo a obter contributos para esse desígnio.

O debate arranca com cerca de 40 projectos de investimento já listados, dos quais metade são ferroviários. 

Mas essa sequência pode não estar assegurada nos casos do Alentejo e do Douro. No primeiro, ficou de fora a modernização do pequeno troço entre Casa Branca e Beja, que se arrisca a ficar uma “ilha” não electrificada a sul do Tejo, comprometendo a sua viabilidade e arriscando o encerramento. 

O estudo tem apenas em conta o mercado dos passageiros e não o de mercadorias.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
19 20
12 10
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda