Parlamento aprova recurso à canábis para fins medicinais
Publicado | 2018-06-18 04:23:02
 
A Assembleia da República aprovou na passada sexta-feira a utilização de canábis para fins medicinais, na votação final global de um texto da comissão parlamentar de Saúde, originado por projetos de lei de Bloco de Esquerda e PAN.
 
O documento, reforça o papel do Infarmed e introduz a possibilidade do Laboratório Militar de contribuir para a produção das substâncias em causa.

O texto estipula que deve ser um médico a prescrever este tipo de medicamentos, ou preparações à base da planta da canábis, em que são consideradas substâncias que vão desde os óleos até à flor desidratada, mas só se outras terapêuticas convencionais tiverem efeitos adversos ou indesejados.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
19 20
12 10
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda