AMAlentejo denuncia problemas na opção Montijo para construir no Aeroporto
Publicado | 2018-06-05 04:40:54
 
O Movimento AMAlentejo divulgou um documento que reúne um conjunto de problemas relativamente à opção Montijo para a construção de um novo aeroporto.
 
De acordo com o AMAlentejo, a Associação de Pilotos de Linha Aérea sustenta que a base do Montijo, que hoje serve apenas a Força Aérea Portuguesa, não poderá ser alternativa nos voos de longo curso.
A ideia levou o presidente da APPLA, Miguel Silveira, a desenvolver contactos com o Governo. O executivo já estará ciente de que a pista 01/19 do Montijo não é uma alternativa por ser muito pequena, por a resistência da pista ser “insuficiente” e por não ter ajudas rádio que permitam aterragens por instrumentos.

Miguel Silveira alerta ainda para ventos que facilmente mudam de direcção. Para além de tudo isto os pilotos temem problemas relacionados com aves, isto porque o Montijo se encontra num corredor de migração de aves.

o Movimento AMAlentejo defende que o Aeroporto Internacional de Beja, não tem nenhum destes problemas e já se encontra pronto, podendo o aproveitamento desta infraestrutura aeroportuária representar uma poupança de 400 milhões de euros, que poderiam ser utilizados para investimento e modernização de outras infraestruturas, como por exemplo da ferrovia do Alentejo.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
32 29
14 14
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda