Professor primário vai ser julgado pela presumível prática de 536 crimes
Publicado | 2018-05-25 04:20:31
 
O Ministério Público imputou a um professor primário da Escola Básica do 1º Ciclo de Salvada, no concelho de Beja, 536 crimes, sendo 534 deles por abuso sexual contra menores, 1 por pornografia de menores e 1 outro por maus tratos.
 
O individuo de 48 anos que se encontra em prisão preventiva, no Estabelecimento Prisional de Beja, foi detido pela Policia Judiciária a 22 de Novembro de 2017.

Na altura da detenção a Policia Judiciaria havia revelado que o detido, "usando da ascendência que lhe conferia o seu estatuto de professor, conseguia que as alunas, menores de 8 anos de idade, se sujeitassem a actos de natureza sexual por ele praticados". Recorde-se que este homem tinha a seu cargo cerca de dezena e meia de crianças, que frequentava aquele estabelecimento de ensino.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
34 34
16 16
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda