Professor primário vai ser julgado pela presumível prática de 536 crimes
Publicado | 2018-05-25 04:20:31
 
O Ministério Público imputou a um professor primário da Escola Básica do 1º Ciclo de Salvada, no concelho de Beja, 536 crimes, sendo 534 deles por abuso sexual contra menores, 1 por pornografia de menores e 1 outro por maus tratos.
 
O individuo de 48 anos que se encontra em prisão preventiva, no Estabelecimento Prisional de Beja, foi detido pela Policia Judiciária a 22 de Novembro de 2017.

Na altura da detenção a Policia Judiciaria havia revelado que o detido, "usando da ascendência que lhe conferia o seu estatuto de professor, conseguia que as alunas, menores de 8 anos de idade, se sujeitassem a actos de natureza sexual por ele praticados". Recorde-se que este homem tinha a seu cargo cerca de dezena e meia de crianças, que frequentava aquele estabelecimento de ensino.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
21 23
6 7
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda