GNR tem na estrada a Operação Moto
Publicado | 2018-04-18 04:07:21
 
A Guarda Nacional Republicana intensifica, a partir de hoje, dia 18, até ao dia 22 de Abril, na sua área de responsabilidade, no âmbito da Operação Moto, acções de fiscalização rodoviária no sentido de prevenir comportamentos de risco durante a condução de motociclos e ciclomotores nas vias com maior intensidade de tráfego, com o objetivo de inverter a tendência de aumento da sinistralidade.
 
Em 2017 a GNR registou 77.303 acidentes de viação, de onde resultaram 433 vítimas mortais e 1.646 feridos graves, salientando que 5.815 acidentes envolveram veículos motorizados de duas rodas, de onde resultaram 104 vítimas mortais, mais 35 do que em 2016, e 431 feridos graves, mais 100 do que em 2016, com principalmente incidências aos sábados e domingos.

Durante esta operação serão empenhados militares dos comandos territoriais e da Unidade Nacional de Trânsito, que estarão especialmente atentos ao excesso de velocidade; à não utilização de equipamentos de protecção; a manobras perigosas; ao estado dos pneumáticos, sistemas de iluminação e matrícula; à Condução sem habilitação legal; e à condução sob o efeito do álcool e de substâncias psicotrópicas.

Os militares irão ainda efectuar acções de sensibilização dirigidas aos condutores de motociclos e ciclomotores, aconselhando o uso do capacete, vestuário de protecção resistente e material retro-reflector; a obrigação de circular sempre com os médios acesos, para ser visto; não circular entre filas de veículos; e adequar a velocidade ao estado do piso e garantir as distâncias de segurança.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
18 21
8 10
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda