Núcleo Museológico de Beja recebe conferência e exposição
Publicado | 2018-02-22 04:45:27
 
Integrada no ciclo de exposições “Sob a Terra e as Águas – Porque há sempre Novas Histórias para Contar…” patente ao público no Núcleo Museológico da Rua do Sembrano, em Beja, realiza-se esta quinta-feira, 22 de Fevereiro pelas 21:30h, a conferência “A domesticação da Planície: Os sítios de fossas do Neolítico e do Calcolítico no interior alentejano”.
 
Esta iniciativa da EDIA, em conjunto com a Câmara Municipal de Beja e a Direcção Regional de Cultura do Alentejo, é a sequência natural do projeto de divulgação dos trabalhos arqueológicos efetuados no âmbito do Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva. Nesta conferência, pretende-se apresentar um Sistema de Informação Geográfica, onde se sintetiza a informação disponível para a área em estudo. 
A elaboração desta informação em SIG, teve como principal objectivo a criação de uma ferramenta que cruza o tipo de trabalho arqueológico efectuado e os seus resultados, permitindo, sempre que possível, correlacionar a tipologia e implantação dos sítios, a sua cronologia, os artefactos e os contextos identificados. 

A cartografia produzida revela novas dinâmicas de ocupação do território nomeadamente no que diz respeito aos novos dispositivos arquitectónicos em negativo.

Esta conferência é conduzida pela Arqueóloga Lídia Baptista, investigadora do Centro de Estudos em Arqueologia, Arte e Ciências do Património da Universidade de Coimbra.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
27 29
11 12
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda