PCP lança campanha contra a precariedade laboral nas escolas
Publicado | 2018-01-30 04:09:08
 
A Direcção Regional do Alentejo do PCP vai iniciar uma campanha sob o lema “Defender a Escola Pública, Aumentar os Meios e as Condições, Lutar Contra a Precaridade Laboral”.
 
Segundo o PCP a instabilidade que marcou anteriores anos lectivos e foi transportada para o actual é inaceitável e causadora de enormes prejuízos para os alunos, suas famílias e para os profissionais. Ainda segundo os comunistas, tal situação resulta da redução do investimento público no sistema educativo ao longo de décadas, com consequências gravíssimas. 

Numa nota de imprensa enviada pelo PCP pode ler-se que a generalidade das escolas da região, estão confrontadas com carências sérias e profundas no que toca aos recursos humanos.
Os comunistas atiram ainda que não se combatem problemas estruturais com medidas meramente conjunturais, “que escondem, mas não resolvem as reais insuficiências”.

De acordo com João Ramos, Deputado eleito por Beja na Assembleia da República e membro da DORBE do PCP, esta campanha, a decorrer até final do mês de Fevereiro, constará de acções de contacto com os trabalhadores, junto às escolas, com a distribuição de um documento, reuniões com diversas entidades como os agrupamentos escolares, pais e encarregados de educação, sindicatos do sector, entre outras iniciativas.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
27 29
11 12
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda