Congresso Nacional de Municípios Portugueses recupera o tema da Regionalização
Publicado | 2015-04-13 04:32:08
 
Realizado no final do mês de Março, o 22º Congresso da Associação Nacional de Municípios Portugueses voltou a colocar na ordem do dia o tema da Regionalização.
 
O Presidente da Federação do Baixo Alentejo do Partido Socialista, Pedro do Carmo, que na sua intervenção no Congresso, disse que é fundamental colocar na agenda política a institucionalização das regiões administrativas, avançou à Rádio Planície que a Regionalização é essencial para o desenvolvimento de todo o país, porque permite uma melhor coesão social e uma melhor aplicação dos fundos comunitários. 
João Ramos, do PCP e deputado na Assembleia da República, referiu que o seu partido defende a regionalização do país, tendo inclusive apresentado na Assembleia da República um Projecto de Resolução, onde são identificados os problemas do distrito de Beja e a necessidade de ser estabelecido um plano imediato de intervenção económica e social.
Mário Simões, do Partido Social Democrata, também ele Deputado eleito por Beja na Assembleia da República, considera que a Regionalização é uma matéria importante e demasiado séria para entrar no folclore político e para estar a ser usada como arma de arremesso quando estamos a meio ano das eleições legislativas. O Deputado entende que a Regionalização é uma matéria que deverá ser discutida após as eleições legislativas.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
23 23
8 8
 
 

Nome:

Email:

 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda