Congresso Nacional de Municípios Portugueses recupera o tema da Regionalização
Publicado | 2015-04-13 04:32:08
 
Realizado no final do mês de Março, o 22º Congresso da Associação Nacional de Municípios Portugueses voltou a colocar na ordem do dia o tema da Regionalização.
 
O Presidente da Federação do Baixo Alentejo do Partido Socialista, Pedro do Carmo, que na sua intervenção no Congresso, disse que é fundamental colocar na agenda política a institucionalização das regiões administrativas, avançou à Rádio Planície que a Regionalização é essencial para o desenvolvimento de todo o país, porque permite uma melhor coesão social e uma melhor aplicação dos fundos comunitários. 
João Ramos, do PCP e deputado na Assembleia da República, referiu que o seu partido defende a regionalização do país, tendo inclusive apresentado na Assembleia da República um Projecto de Resolução, onde são identificados os problemas do distrito de Beja e a necessidade de ser estabelecido um plano imediato de intervenção económica e social.
Mário Simões, do Partido Social Democrata, também ele Deputado eleito por Beja na Assembleia da República, considera que a Regionalização é uma matéria importante e demasiado séria para entrar no folclore político e para estar a ser usada como arma de arremesso quando estamos a meio ano das eleições legislativas. O Deputado entende que a Regionalização é uma matéria que deverá ser discutida após as eleições legislativas.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
32 32
16 16
 

Nome:

Email:

 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda