Bombeiros de Moura partiram para a ajuda ao combate do incêndio de Pedrogão Grande
Publicado | 2017-06-19 00:06:54
 
Os Bombeiros Voluntários de Moura partiram ontem, para a zona de Pedrogão Grande, com vários elementos da sua corporação e duas viaturas, um auto-tanque e um carro de combate a incêndios florestais.
 

Actualmente o incendio mantém quatro frentes ativas, duas das quais com extrema violência.

As operações mobilizam cerca 870 operacionais, 268 viaturas e dez meios aéreos. Está ainda no local uma equipa de desastres de massa do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses (INMLCF) e várias equipas da Polícia Judiciária. Caberá a estes operacionais analisar o local identificar as vítimas.

Tudo aponta que as chamas tenham começado devido às trovoadas secas registadas na zona no início da tarde de sábado.

O número de vítimas mortais não para de subir. São já 62 as vítimas mortais, civis, pelo menos 47 das quais apanhados pelas chamas quando circulavam por estradas.

Há ainda a registar 62 feridos, incluindo bombeiros, e centenas de desalojados, com muitas casas ardidas. Este cenário fica também marcado por aldeias que foram totalmente queimadas.

Este é o incêndio mais mortífero das últimas décadas em Portugal e o Governo já anunciou que serão decretados três dias de luto nacional.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
35 36
15 17
 
 

Nome:

Email:

 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda