Fundos Comunitários já chegam aos Bombeiros
Publicado | 2017-04-20 04:22:13
 
O Governo português considera importante a modernização em curso ao nível dos fundos comunitários para o desenvolvimento do país, recordando que desde que iniciou funções, as corporações de bombeiros passaram de 4 candidaturas aprovadas, em avisos de 2015, para 140 candidaturas aprovadas, nos avisos de 2016.
 
Estes valores agora divulgados pelo Governo Português, significam um investimento global de 50 milhões de euros e de uma comparticipação comunitária de 45 milhões de euros.

Estes resultados só foram possíveis com uma nova estratégia que redefiniu as prioridades de investimento e os critérios de avaliação das candidaturas.

Através do aviso que foi lançado em 2016 foram aprovadas 68 candidaturas, sobretudo para a ampliação e remodelação de quartéis de bombeiros, com um investimento global de 29 milhões de euros.

No aviso para aquisição de viaturas para combate a incêndios florestais, também aberto em 2016 foram aprovadas 69 candidaturas, correspondendo a um investimento global de 10 milhões de euros e a uma comparticipação de 7,5 milhões de euros.

Estão a ser também aplicados cerca de 5 milhões de euros de fundos comunitários na construção de Comandos Distritais de Operações de Socorro e de Bases de Apoio Logístico, bem como na construção de instalações e na aquisição de viaturas para o Grupo de Intervenção de Protecção e Socorro da GNR e para a Força Especial de Bombeiros da Autoridade Nacional de Protecção Civil.

A estas comparticipações acrescem cerca de 7 milhões de euros no âmbito da criação de redes da floresta contra incêndios.

Domingos Fabela, Presidente da federação de Bombeiros do Distrito de beja, considera este tipo de apoios importantíssimo, relembrando que há no entanto um constrangimento enorme que tem a ver com a redução na comparticipação dos projectos que rondava os 85%, tendo passado agora para os 70%.

Saliente-se que a execução dos projectos até Dezembro de 2017 permitirá ainda uma majoração de 10 por cento no montante da comparticipação comunitária.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
35 36
15 17
 
 

Nome:

Email:

 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda