Perfurações em busca de petróleo no Alentejo podem arrancar ainda este ano
Publicado | 2015-03-12 04:10:11
 
A Galp e a italiana Eni vão investir mais de 92 milhões de euros para fazer o primeiro poço petrolífero em águas profundas portuguesas, no Alentejo, ao largo de Sines.
 
O início da perfuração, prevê-se que possa ter inicio ainda este ano, ou no início de 2016, para confirmar a existência de petróleo em Portugal, numa operação que tem um índice de sucesso inferior a 20%. Ainda assim a Galp e a Eni estão confiantes e, em caso de ser encontrado petróleo em quantidade e qualidade que chegue para comercializar, a produção só deverá ter início em 2025.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
22 23
8 7
 
 

Nome:

Email:

 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda