Deputados Comunistas denunciam problemas no Hospital de Beja
Publicado | 2015-02-22 23:14:44
 
Os deputados do PCP, João Ramos e Carla Cruz, questionaram o Ministério da Saúde sobre situações anormais que se têm verificado no Hospital de Beja.
 
Uma delas prende-se com o facto de estarem 27 assistentes operacionais, de baixa médica, devido a exaustão derivada da subcarga de trabalho que tem motivado problemas de saúde a estes profissionais. De acordo com o Deputado João Ramos, tal situação deve-se à política do Governo de redução de recursos humanos. O PCP quer agora saber se o Ministério da saúde tem conhecimento desta situação, quantos assistentes operacionais tem actualmente esta unidade hospitalar, quantos deveria ter, se está prevista a abertura de concursos para colocação de mais assistentes operacionais e o que pretende o Ministério fazer para que estes profissionais possam desempenhar as suas funções, respeitando as regras de saúde, higiene e segurança no trabalho.
Outro dos problemas que levou o PCP as questionar o Ministério da Saúde, prende-se com a realização de alguns exames de diagnóstico, nomeadamente o Estudo com Doppler, que tem estado a ser deslocado para outras entidades privadas, nomeadamente em Aljustrel. 
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
29 30
11 12
 
 

Nome:

Email:

 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda