Deputados Comunistas denunciam problemas no Hospital de Beja
Publicado | 2015-02-22 23:14:44
 
Os deputados do PCP, João Ramos e Carla Cruz, questionaram o Ministério da Saúde sobre situações anormais que se têm verificado no Hospital de Beja.
 
Uma delas prende-se com o facto de estarem 27 assistentes operacionais, de baixa médica, devido a exaustão derivada da subcarga de trabalho que tem motivado problemas de saúde a estes profissionais. De acordo com o Deputado João Ramos, tal situação deve-se à política do Governo de redução de recursos humanos. O PCP quer agora saber se o Ministério da saúde tem conhecimento desta situação, quantos assistentes operacionais tem actualmente esta unidade hospitalar, quantos deveria ter, se está prevista a abertura de concursos para colocação de mais assistentes operacionais e o que pretende o Ministério fazer para que estes profissionais possam desempenhar as suas funções, respeitando as regras de saúde, higiene e segurança no trabalho.
Outro dos problemas que levou o PCP as questionar o Ministério da Saúde, prende-se com a realização de alguns exames de diagnóstico, nomeadamente o Estudo com Doppler, que tem estado a ser deslocado para outras entidades privadas, nomeadamente em Aljustrel. 
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
14 16
6 6
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda