Vacinação indevida do vice-presidente da autarquia de Beja
Publicado | 2021-02-18 06:36:05
 
Pedro Coutinho, Coordenador do Núcleo de Beja do partido CHEGA, em comunicado enviado à Planície diz que está instalada em Beja a polémica, “devido a Vacinação indevida de alguns elementos com ligações ao Partido Socialista”.
 

O documento acusa que várias pessoas foram vacinadas “indevidamente”, à frente de idosos, Forças de Segurança, Bombeiros e pessoal Médico na linha da frente.

Onde destaca o “Vice-Presidente da Câmara de Beja, Luís Miranda, casado com a Presidente do Concelho de Administração do ULSBA”. Pedindo mesmo a sua demissão do cargo que ocupa no município de Beja.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
20 19
13 11
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda