Covid-19 - Alunos de Moura com falta de equipamentos para ensino à distância
Publicado | 2021-02-01 09:03:43
 
O Governo aprovou o decreto-lei que define a retoma das actividades lectivas em regime não presencial a partir de 8 de Fevereiro, afirmou o Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues.
 

Na conferência de imprensa após a reunião do Conselho de Ministros, Brandão Rodrigues destacou que “os estabelecimentos de educação e ensino vão aplicar as regras previstas para o regime não presencial aprovadas em Conselho de Ministros e comunicadas às escolas em Julho de 2020”.

Em relação à entrega de computadores, acesso à internet e outros acessórios relacionados, a título de empréstimo, está prevista no programa Escola Digital, o Ministério da Educação garante que mais 335 mil equipamentos vão chegar às escolas até final do 2º período, em Março.

O presidente da CAP do Agrupamento de Escolas de Moura, Rui Oliveira, referiu à Planície estar ainda à espera de confirmação oficial. E adiantou que os alunos “infelizmente não estão preparados, porque nem todos tem equipamento necessário, para aulas à distância”. “O governo tinha dito que ia entregar a maior parte do equipamento, mas na realidade, no nosso agrupamento só entregou para o Ensino Secundário. Nós estamos a fazer um apuramento de quem não tem equipamento, e posso adiantar que é, ainda, um número considerável”. Disse Rui Oliveira.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
20 19
13 11
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda