Covid-19 - Alentejo tem 37 surtos activos em lares
Publicado | 2021-01-29 12:17:50
 
O Alentejo tem 37 surtos ativos de covid-19 em lares de idosos e a maioria das ocorrências verifica-se em instituições do distrito de Évora, com cerca de 800 utentes e funcionários infetados e 8% de mortalidade.
 

Os números foram avançados hoje à agência Lusa pelo presidente da Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo, José Robalo, que indicou que estão identificados na região "48 surtos ativos" do vírus que provoca a covid-19, dos quais 37 são em lares.

Segundo o responsável, é no distrito de Évora que se "vive" a situação "mais grave", com 16 surtos em lares, seguindo-se o distrito de Portalegre, com 11, o Litoral Alentejano, com seis, e o distrito de Beja, com quatro.

No distrito de Évora, adiantou, os surtos ativos nos lares já infetaram com o novo coronavírus SARS-CoV-2 cerca de 800 pessoas, entre utentes e funcionários, registando-se cerca de 8% de mortalidade.

Em relação à vacinação contra a covid-19 nos três distritos do Alentejo (Évora, Beja e Portalegre) e no litoral alentejano, José Robalo revelou que já foram aplicadas "24.680 doses", nomeadamente em profissionais de saúde e utentes e funcionários de lares e unidades de cuidados continuados.

O processo de vacinação nos lares e nas unidades de cuidados continuados ficou hoje concluído, indicou o responsável da ARS, salientando que as únicas exceções foram as instituições com surtos ativos ou casos de infeção suspeitos.

José Robalo disse que as autoridades estão também a "tentar identificar os lares ilegais" no Alentejo para se avançar com a vacinação contra a covid-19 de utentes e funcionários.

Lusa

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
20 19
13 11
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda