Em 2021 o Alentejo vai refinar todo o combustível que Portugal precisa
Publicado | 2020-12-29 04:13:24
 
Segundo a Entidade Nacional para o Sector Energético (ENSE) Sines vai concentrar toda a refinação de combustíveis do país não sendo um risco para a segurança energética nacional.
 

A decisão da GALP, tomada na semana passada, foi de acabar com a refinação na segunda refinaria portuguesa que existe em Matosinhos, concentrando as operações de refinação e desenvolvimentos futuros no complexo de Sines.

A refinaria de Matosinhos vai funcionar apenas como um ponto de armazenamento sendo, segundo avaliação, Sines autossuficiente para refinar gasolina e combustível para abastecer todo o território nacional.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
20 19
13 11
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda