PS do Baixo Alentejo pede “resolução urgente” para falta de médicos na região
Publicado | 2020-12-15 04:27:27
 
A Federação do Baixo Alentejo do PS, exige por parte do Governo a "resolução urgente" da falta de médicos de saúde pública na região.
 

O presidente da Federação, Nelson Brito, em declarações à Planície referiu que o PS está preocupado com a falta de médicos de saúde pública no Baixo Alentejo e “essa preocupação tem sido comunicada aos responsáveis da saúde, nomeadamente ao ministério da tutela”.

E acrescenta que “Aquilo que nos está subjacente a esta preocupação, é o facto de a Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, estar privada de ter um único profissional de saúde pública ao seu dispor”.

Para o Presidente da Federação “Na região, e ainda mais numa situação pandémica, em que a saúde pública assumiu, por força daquilo que estamos a viver, uma importância extrema, na sua interferência nas nossas vidas, pasme-se, a saúde do Baixo Alentejo é a única região, actualmente, que não tem nenhum especialista para esta vertente”.

Para os socialistas, esta situação "prejudica os cidadãos e põe em causa a obrigação do Estado de garantir cuidados de saúde e uma resposta eficiente no combate à Covid-19".

 Por isso mesmo, o PS do Baixo Alentejo exige ao Governo uma resolução urgente deste problema.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
20 19
13 11
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda