Covid-19 - Médicos alerta que “Para o vírus não há Natal nem Ano Novo”
Publicado | 2020-12-10 04:17:20
 
A Ordem dos Médicos (OM) alertou, que para a SARS-CoV-2 não existe Natal nem Ano Novo e que todas as reuniões são oportunidades de transmissão e infecção, por vezes com consequências irreparáveis.
 

Numa nota enviada às redacções, o bastonário, Miguel Guimarães e o Gabinete de Crise da OM para a Covid-19, afirmam que o número de novos casos de infecção por SARS-CoV-2 por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias, a nível nacional, se mantém “muito elevado”, continuando a representar “um risco significativo para a segurança” de todos e a integridade do Serviço Nacional de Saúde.

“Neste período de maior festividade e proximidade familiar a adesão e o respeito pelas medidas de prevenção da transmissão da pandemia são essenciais e indispensáveis para protegermos os nossos familiares, e em particular os de maior risco, tais como os mais idosos e com doenças crónicas”, lê-se no documento emitido pelos médicos.

A OM recomendou que quem tem febre ou queixas respiratórias, esteve em contacto com casos suspeitos ou confirmados ou testou positivo nos últimos 10 dias, mantenha o isolamento e respeite as normas para proteger a família.

“Adie viagens não essenciais, use sempre a máscara, lave frequentemente as mãos e evite aglomerados de pessoas, mesmo que sejam familiares ou amigos”, apelou.

O País está em Estado de Emergência desde 9 de Novembro e até 23 de Dezembro, período durante o qual há recolher obrigatório nos concelhos de risco de contágio mais elevado.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
20 19
13 11
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda