Covid -19 - GNR já descontaminou mais de 500 instituições
Publicado | 2020-12-10 04:16:26
 
A Guarda Nacional Republicana, desde o início da pandemia Covid-19, através de militares do núcleo de matérias perigosas da Unidade de Emergência de Protecção e Socorro (UEPS), procedeu à descontaminação de mais de 500 instalações em todo o território nacional.
 

O major João Fernandes da Unidade de Emergência de Protecção e Socorro, referiu à Planície que “a GNR com um efectivo de cerca de 60 militares especializados na vertente de matérias perigosas tem colaborado com diversas instituições das quais destaca,  os serviços municipais de Protecção Civil, a Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil, naquilo que tem sido as acções de descontaminação após de terem sido detectados positivos nessas mesmas instituições, nomeadamente nas suas instalações”.

Esta estrutura, que integra cerca de 60 militares da GNR altamente especializados em matérias perigosas e agentes NRBQ (nucleares, radiológicos, biológicos e químicos), tem vindo a ser accionada quase diariamente para a descontaminação de estabelecimentos hospitalares, IPSS, lares de idosos, creches, centros de dia, e outro tipo de infraestruturas, incluindo-se aqui instalações e viaturas da própria Guarda.

Adicionalmente, estes militares têm vindo a efectuar acções de sensibilização a entidades com responsabilidades nas infraestruturas mais afectadas pela pandemia Covid-19, e a promover acções de formação a agentes de protecção civil de vários locais do território nacional.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
20 19
13 11
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda