Seca meteorológica terminou em Novembro no Baixo Alentejo e Algarve
Publicado | 2020-12-09 04:35:05
 
Portugal continental registou no final de Novembro o fim da seca meteorológica no Baixo Alentejo e Algarve, mas verificou-se o aparecimento da classe de seca fraca na região do Minho e Douro, segundo o IPMA.
 

No final de novembro, 62,3% do território estava em situação de chuva fraca, 33,6% em normal e 4,1% em seca fraca, segundo o último boletim climatológico do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Os dados indicam que no final de Novembro terminou a situação de seca meteorológica que ainda existia no Baixo Alentejo e Algarve e na região do Minho e Douro Litoral verificou-se o aparecimento da classe de seca fraca (corresponde apenas a 4% do território), devido aos baixos valores de precipitação que ocorreram nessa região, muito inferiores ao normal.

Segundo o boletim, verificou-se em novembro um aumento generalizado em todo o território dos valores de percentagem de água no solo, com uma recuperação significativa na região Sul, em particular no sotavento Algarvio.

O instituto classifica em nove classes o índice meteorológico de seca, que varia entre "chuva extrema" e "seca extrema".

De acordo com o IPMA, existem quatro tipos de seca: meteorológica, agrícola, hidrológica e socioeconómica.

A seca meteorológica está diretamente ligada ao défice de precipitação, quando ocorre precipitação abaixo do que é normal.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
20 19
13 11
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda