Hospital de Beja - Vínculo precário dos enfermeiros em destaque hoje
Publicado | 2020-12-09 04:18:06
 
O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, (SEP), realiza hoje, junto à entrada do Hospital de Beja, uma conferência de imprensa para falarem sobre a precariedade no sector, onde os enfermeiros são em número significativo e tem vindo a aumentar.
 

Segundo o SEP, a legislação produzida pelo governo não resolve nem regulariza os vínculos precários, isto é, o discurso político não tem correspondência com a realidade.

Apesar da pandemia o governo não fixa (com vínculo estável) os enfermeiros no Serviço Nacional de Saúde.

Celso Silva, do sindicato, referiu à Planície o objectivo desta conferência de imprensa, sublinhando que “o que está em causa e que hoje vamos chamar a atenção é a situação dos enfermeiros com vínculo precário que existe um pouco por todo o País e também na ARS do Baixo Alentejo”.

“A situação parece não ter solução, visto que o Governo não demonstra vontade de resolver.  O mesmo, publicou um Decreto Lei no passado mês de Outubro que supostamente, seria para resolver estas situações dos vínculos precários, no sentido de fazer contractos efectivos. Só que o documento é tão limitativo que a maior parte dos enfermeiros vai ficar de fora do âmbito desse mesmo decreto”. Relatou o sindicalista.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
20 19
13 11
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda