Paróquia de Moura regista mais pedidos de ajuda devido à pandemia
Publicado | 2020-11-23 05:21:30
 
A actual situação de pandemia que se vive actualmente, tem provocado a perda de rendimento a muitas pessoas, que se vêm na contingência de pedir ajuda a várias instituições.
 

O concelho de Moura não tem sido diferente do resto do País, e as várias ajudas existentes, algumas oficiais, outras de cariz voluntário, vão tentando resolver as carências mais elementares da população, que a eles recorrem, como é o caso da paróquia de Moura.

O padre José Manuel referiu à Planície que “apenas poderei falar com dados mais certos sobre a cidade de Moura, Sobral da Adiça e Santo Amador. Tendo em conta que o resto do concelho não é da minha responsabilidade, mas penso que não deverá ser muito diferente da realidade que vivemos aqui”.

“Aquilo que verificamos, a partir de Maio e Junho, foi um acréscimo de solicitações, que não são em exagero”. Adiantou o pároco, acrescentando que “quem procura ajuda são pessoas que de um momento para o outro perderam as suas fontes de rendimento e vem bater à porta da paróquia. A nossa dificuldade, é que não recebemos nada do Banco Alimentar e, vivemos de facto de donativos com os quais, compramos nas surperficies comerciais em Moura, alimentos para poder suprir algumas necessidades de momento. Não é uma ajuda quotidiana e periódica, mas sim pontual.  Também encaminhamos para o prato quente, aí sim, com outro tipo de características, mas também com outras restrições para quem pode receber esta ajuda alimentar diariamente”.

Paróquia de Moura está a prestar ajuda alimentar com os donativos que recebe, a quem solicita auxílio.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
20 19
13 11
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda