Ministra da Agricultura presente no início da campanha da azeitona no distrito de Beja
Publicado | 2020-11-03 14:24:33
 
A Olivum, Associação de Olivicultores do Sul assinalou o arranque da campanha da apanha da azeitona 2020/2021, com uma visita à exploração e ao lagar da Herdade da Figueirinha, em São Brissos, Beja, na presença da Ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes; do presidente da Olivum, Pedro Lopes; do director executivo da Olivum, Gonçalo Almeida Simões, e do proprietário da herdade, Filipe Cameirinha.
 

No final da visita, Maria do Céu Antunes referiu que “este é para nós um sector crucial. Estamos na expectativa de atingir os 600 milhões de euros de exportações de azeite neste ano”. “Hoje, o esforço dos agricultores, com base nos recursos que vieram a ser disponibilizados pelo Alqueva, tem contribuído para uma mudança estrutural, social, ambiental e económica nesta região. Estamos juntos para podermos crescer”, reforçou a Ministra da Agricultura.

O Director executivo da Olivum, Gonçalo Almeida Simões defendeu que “o azeite está a contribuir para a recuperação da economia do País, tal como já aconteceu nos anos 2011 e 2012”. Na olivicultura, produção, comercialização e refinação trabalham cerca de 32 mil pessoas a tempo inteiro. O sector tem sido um dos poucos que, no actual cenário de pandemia, conseguiram ultrapassar as dificuldades sentidas sem recurso a lay off ou despedimentos.

“O sector tem feito ainda um enorme trabalho do lado da sustentabilidade ambiental, com a inovação tecnológica e a agricultura de precisão a contribuírem para as médias de utilização de água no olival – que estão nos 3.000 metros cúbicos por hectare e no top 3 do que melhor se faz na região do Alqueva”, sublinha Gonçalo Almeida Simões.

O olival moderno, no Alentejo e no Ribatejo, é responsável por 70% da produção nacional de azeite, com Portugal a posicionar-se actualmente como 8.º maior produtor mundial e produtividades recorde no Alentejo que podem chegar às 18 toneladas de azeitona por hectare. Portugal é proporcionalmente o primeiro país no mundo em produção de qualidade, com 95% de azeite virgem e virgem extra.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
20 19
13 11
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda