“Estado está em incumprimento nos pagamentos aos agricultores” CAP
Publicado | 2020-11-02 04:22:12
 
Milhares de agricultores estão a acusar o Estado pelo incumprimento nos pagamentos de medidas agroambientais no montante de 25 milhões de euros cuja liquidação estava programada até 30 de Outubro, e apelam para que esta situação seja resolvida no mais curto prazo possível, revela a CAP - Confederação dos Agricultores Portugueses em nota de imprensa.
 

“É inadmissível que o Estado português falhe de forma tão flagrante com uma obrigação financeira programada, sobretudo, quando se conhece o comportamento intolerante para com os contribuintes e empresas quando, por algum motivo, estas falham com as suas obrigações para com o Estado, designadamente, fiscais”. Pode ler-se no comunicado.

O atraso no pagamento refere-se a uma verba de 25 milhões de euros, respeitantes à medida agroambiental “Produção Integrada” devida a mais de 12.500 agricultores, num valor médio de 2.000€ por Agricultor.

“Este não pagamento por parte do Estado resulta num prejuízo directo para milhares de Agricultores”, explica a CAP.

A associação sublinha ainda que “No momento de pandemia que atravessamos, no qual a agricultura não pode parar, e encontrando-se muitas colheitas a serem feitas e muitas obrigações pelos agricultores a precisarem de ser cumpridas, este incumprimento por parte do Estado vem trazer dificuldades adicionais a milhares de agricultores”. 

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
20 19
13 11
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda