Covid-19 - Uma actualidade difícil para os clubes do distrito de Beja
Publicado | 2020-11-01 19:30:54
 
Segundo nota de imprensa da Associação de Futebol de Beja ( AFBeja) enviada à nossa redação, “atendendo” à situação que atravessamos e que provocou o término antecipado das competições desportivas na época 2019-2020, a mesma manteve contacto com as instituições regionais, “por forma a criar as condições para a retoma da prática do futebol e futsal do distrito, de acordo com as normas da Direcção Geral de saúde (DGS) e outros organismos competentes na matéria”.
 

Assim, por iniciativa da Associação, no passado dia 1 de Setembro, foi efectuada uma reunião com os clubes da 1ª e 2ª divisão onde foi assente em quatro pontos chaves. “A proibição de publico nos recintos desportivos, planos de contingência, testes covid, procedimentos e alterações de jogos”.

No decurso da mesma reunião com os clubes que militam na 1ª divisão distrital, atendendo às suas preocupações, foi deliberado de imediato “o adiar do sorteio das provas, de forma a permitir que os clubes tivessem mais tempo para a fase de preparação da época em simultâneo na avaliação e evolução da situação pandémica no distrito”.

De assinalar que os clubes da 2ª divisão distrital, pese embora, suscitado algumas questões duvidosas, dessa mesma retoma, após esclarecimento, manifestaram totalidade disponibilidade para iniciar a prova na data prevista. Não houve necessidade de adiar o início do campeonato.

De referir que no dia 9 de Setembro, sete clubes, actualmente seis, enviaram um documento, á Associação solicitando esclarecimentos sobre o regulamento da retoma da actividade desportiva entre outras questões. “A direcção da Associação compreendeu os motivos invocados pelos seis clubes, mas nem a retoma da actividade desportiva da mesma entidade nem os moldes limitados em que a mesma assenta foram deliberações unilaterais da AF Beja”.

A posição dos seis clubes nunca poderia condicionar a vontade e interesse de 33 clubes (filiados), que se preparam logística, desportiva e financeiramente para o início das provas.  

A AF Beja “considera existirem condições para que as provas decorram com a normalidade desejada, conforme aconteceu nas primeiras jornadas disputadas apesar do adiamento de alguns jogos”.

De assinalar e segundo a mesma instituição desportiva, se houver suspeitas de covid -19 e se a situação pandémica evoluir desfavoravelmente no nosso distrito, não desconsidera a mesma, a suspensão ou até cancelamento das provas, à semelhança do que se verificou na época transacta.

De sublinhar que sabendo a importância e contributo que os municípios dão para que a actividade desportiva possa existir no distrito, a AF Beja solicitou uma reunião com a presença de todos os responsáveis pelo pelouro do desporto das autarquias do distrito de Beja que integram a Cimbal, onde foi analisada a questão do início da actividade.

“Os municípios presentes mostraram total disponibilidade para continuar a apoiar os clubes ao nível dos transportes e recintos desportivos, tendo inclusive elaborado os respectivos planos de contingência exigidos” refere o documento.

A Associação à semelhança da prática instituída há alguns anos e conscientes das dificuldades financeiras com que os clubes se deparam, deliberou manter os apoios aos clubes e reforçar os mesmos atendendo ao impacto da pandemia. Assim, desta forma, além dos habituais apoios, foram aprovadas medidas extraordinárias por forma a minimizar este impacto. Deixamos alguns exemplos:

- Redução em 50% do valor inerente ao pagamento de taxas de jogo até Dezembro de 2020, enquanto permanecer a proibição de publico nos recintos desportivos. Esta medida pode prorrogar-se e será revista no mês de janeiro de 2021;

- Oito inscrições e sete transferências para todos os escalões até ao juniores C;

- Seis bolas para cada equipa sénior participante nos campeonatos e devolução do estorno relativo ao pagamento dos seguros desportivos da época 2019/2020.

Esta nota de imprensa teve como objectivo, e segundo o presidente da Associação de Futebol de Beja, Pedro Xavier “De acalmar e esclarecer toda agente do que se está a passar”.

“Relativo à 2ª divisão distrital temos 22 clubes, está tudo a correr dentro da normalidade, já na 1ª divisão distrital temos 13 clubes, houve 3 faltas de comparência na primeira jornada, actualmente têm existido uma falta de comparência, prova que as coisas estão a serenar”. Adiantou o responsável.

“De referir que a situação está a voltar à normalidade, que ao fim ao cabo não é uma realidade, tendo em conta a pandemia que vivemos actualmente. Devido a esta situação é um ano diferente num campeonato diferente onde todas as semanas, ou não, pode haver cancelamento de alguns jogos”. Finaliza o presidente da Associação de Futebol de Beja, Pedro Xavier.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
20 19
13 11
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda