DRA do PCP analisa problemas económicos e sociais do Alentejo
Publicado | 2020-10-22 05:16:44
 
A Direcção Regional do Alentejo do PCP (DRA) analisou a recente evolução da situação política e social no plano nacional e regional, os desenvolvimentos da luta de massas, a acção, intervenção e iniciativa política do Partido na região e as tarefas do PCP para os tempos mais próximos.
 

Dias Coelho da DRA, em declarações à Planície sublinhou que “o PCP tem e manteve uma intensíssima actividade política na região. Por um lado, colocando alguns problemas económicos e sociais com que a região está confrontada, simultaneamente dando atenção e combatendo a pandemia do medo, dando confiança aos trabalhadores e às populações. Lutando é possível vencer dificuldades e construir uma região e um País mais justo, mais fraterno”.

Dias Coelho acrescentou que “a região continua a ter problemas seríssimos, desde a queda demográfica ao desemprego, que está a crescer a olhos vistos, a quebra de rendimentos, que se está a acentuar, a falência de micro e pequenas empresas, as dificuldades dos trabalhadores da cultura e do movimento associativo, que estão a aumentar, os focos de pobreza. Nós não ignoramos que há um sério e real problema para a saúde publica, que é a covid 19, mas ela não pode servir de pretexto, para agravar os problemas económicos e sociais.

Relativamente aos serviços públicos, verificamos e constatamos, que há um processo de degradação dos mesmos, designadamente na área da saúde.”

A DRA reafirma a necessidade de, a par da resposta a problemas imediatos,  como: o estabelecimento de uma rede pública de creches e lares; a construção do Hospital Central do Alentejo; a construção da segunda fase do hospital de Beja e a reversão para o sector público do hospital de Serpa; o reforço dos cuidados primários de saúde dos meios e equipamentos de diagnóstico complementar; a criação de uma rede de cuidados paliativo. Considera ainda que, devem ser adoptados para a região instrumentos de planeamento e de programação tendo no horizonte a resposta aos seus problemas estruturais, garantindo o desenvolvimento das forças produtivas, o aumento da produção enquanto base para a criação de emprego com direitos, a fixação de pessoas, a melhoria das condições de vida do povo e a superação dos problemas regionais.

No próximo dia 11 de Dezembro a DRA vai realizar, no concelho de Cuba, uma conferência do PCP subordinada ao tema O Alentejo.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
20 19
13 11
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda