Enfermeiros preocupados com o Serviço de Urgência Pediátrica de Évora
Publicado | 2020-10-19 04:56:56
 
A Direcção Regional do Alentejo do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP), tendo em conta o que é conhecido acerca do funcionamento do Serviço de Urgência Pediátrica e as legítimas preocupações dos enfermeiros, solicitou uma reunião urgente ao Conselho de Administração do Hospital de Évora.
 

Celso Silva da Direcção do Sindicato referiu à Planície que “o que está em causa, é que o Serviço de Urgência Pediátrica do Hospital de Évora, corre o risco de deixar de ser um serviço de urgência. Aquilo que parece ser, a intenção do Conselho de Administração é transformar o serviço, num balcão de urgência geral. Nós não podemos concordar com isso, porque de facto, não faz sentido que o Serviço de Urgência Pediátrica do Hospital de Évora, que é de referência para a região, possa agora transformar-se num balcão. Nós queremos que continue como até aqui”.

O sindicalista adianta ainda que “se o problema é falta de recursos humanos, pelo que o Conselho de Administração diz, falta de pediatras, então só há um caminho: o Hospital contratar os especialistas suficientes, para garantir o funcionamento do serviço. No que diz respeito aos enfermeiros, há um conjunto de profissionais especializados na área da saúde infantil e pediátrica e outros colegas, que não sendo especialistas têm muitos anos de experiência na área e podem seguramente assegurar que o serviço funcione”.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
20 19
13 11
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda