Ceia da Silva é o novo presidente da CCDR Alentejo
Publicado | 2020-10-13 18:54:52
 
As eleições indirectas para as CCDR´s decorreram hoje, entre as 16h00 e as 20h00 horas. A liderança da CCDR Alentejo foi disputada por Ceia da Silva e Roberto Grilo. Ceia da Silva, que desempenhava funções de presidente da Entidade de Turismo do Alentejo e Ribatejo, foi o escolhido como novo presidente da CCDR Alentejo.
 

Recordamos que Ceia da Silva defende que a coordenação regional das políticas e uma gestão mais abrangente dos Fundos da União Europeia obrigam a mudanças na forma de trabalhar da CCDR e na sua organização.

“É bom que se perceba que as CCDR vão mudar, tendo em conta as novas competências que receberão no curto prazo, o pacote financeiro da Coesão 21-27, as verbas do mecanismo de recuperação e resiliência e a legitimidade reforçada do seu Presidente”. disse o novo responsável da CCDR Alentejo.

Ceia da Silva diz que “não querer territórios esquecidos na Região”. E esclarece ainda que “Defenderei junto do Primeiro-Ministro, das várias tutelas e da própria Comissão Europeia, todos os projectos necessários ao desenvolvimento da Região, os maiores e os mais pequenos é aliás o que tenho feito no Turismo”.

Por fim, o novo presidente, disse que vai assumir a liderança política dos dossiês fundamentais para a Região, nas áreas da Saúde, Acessibilidades, Transportes, Dinamização Económica, nas Artes e Cultura, no Ambiente, trabalhando directamente com o Primeiro-Ministro, com as várias tutelas e com a própria Comissão Europeia, no sentido de garantir um antecipado planeamento e a sua efectiva execução.

O candidato à presidência da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Alentejo, Roberto Grilo, assumiu hoje a derrota nas eleições e desejou felicidades ao vencedor, António Ceia da Silva, prometendo "continuar a trabalhar" pela região.

"Parabéns e felicidades para Ceia da Silva, o Alentejo precisa que ele faça um bom mandato. Já lhe transmiti isso mesmo. Dentro das minhas possibilidades e oportunidades, vou continuar a trabalhar pelo Alentejo", disse, numa nota enviada à agência Lusa.

Roberto Grilo, que presidia à CCDR do Alentejo desde 2015.

Recordamos que o colégio eleitoral foi composto pelos presidentes das Câmaras, das Assembleias Municipais e das Juntas de Freguesia e os mandatos para os presidentes e vice-presidentes de cada uma das cinco CCDR serão de quatro anos.

Este ano, e de forma excepcional, decorreu em Outubro sendo o mandato de cinco anos, com o objectivo de que os novos eleitos possam acompanhar as negociações de fundos estruturais que estão a decorrer com Bruxelas. Os dirigentes eleitos das CCDR só podem cumprir três mandatos consecutivos.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
20 19
13 11
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda