Alentejo é excepção na quebra de 45% nas dormidas e hóspedes
Publicado | 2020-10-07 04:50:38
 
Segundo os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), agora publicados, em Agosto, o sector do alojamento turístico deverá ter registado, face ao período homólogo, uma quebra de -43,2% nos hóspedes e de -47,2% nas dormidas.
 

No entanto, as dormidas de residentes apenas registaram uma quebra de -2,4%, tendo inclusivamente aumentado no Algarve (+9,0%), no Alentejo (+4,0%) e na região Centro (+1,11%). Pelo contrário, as dormidas de não residentes continuam a assinalar fortes decréscimos, com uma variação de -72,0%.

Como consequência da pandemia, 21,0% dos estabelecimentos terão estado encerrados ou não registaram qualquer movimento de hóspedes.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
20 19
13 11
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda