ACOS aumenta resposta às necessidades dos produtores de azeitona e de azeite
Publicado | 2020-10-07 04:47:24
 
A ACOS adquiriu recentemente equipamentos para o Laboratório de Química e aumentou a oferta de análises de azeite ao encontro das necessidades dos produtores.
 

Segundo a Associação, com estes equipamentos, passou a ser possível fazer no Laboratório da ACOS uma grande parte das determinações analíticas necessárias à classificação do azeite como virgem extra, virgem ou lampante, categorias definidas em regulamentos comunitários. Estas análises permitem avaliar a qualidade e a pureza do azeite, ou seja, se o azeite produzido tem qualidade adequada à sua comercialização e se não tem misturas com outros óleos vegetais. É também já possível a determinação do teor de componentes antioxidantes naturais relevantes para a saúde, ou seja, de polifenóis totais e de hidroxitirosol, tirosol e oleuropeina em azeitona e azeite.

O laboratório de Química da ACOS tem actualmente disponíveis análises de rendimento e qualidade em azeitona, análises de bagaço de azeitona, de qualidade e de pureza do azeite e ainda análises ao óleo de bagaço de azeitona.

As análises químicas à azeitona são um instrumento objectivo de apoio ao processo de decisão sobre o momento ideal para a colheita. Permitem a monitorização do rendimento e qualidade das azeitonas ao longo da campanha, bem como a determinação das perdas de azeite no bagaço. 

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
20 19
13 11
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda