Covid-19 - Bebé infectado em Ourique
Publicado | 2020-09-17 13:13:37
 
Um bebé filho de uma funcionária infetada do lar de Santa Luzia, concelho de Ourique, testou positivo para covid-19, elevando para 28 o número de infectados associados à instituição, disse hoje à Lusa o presidente do município.
 

Depois de se saber que a mãe estava infetada, foi feito "de urgência" ao bebé um teste de despiste de covid-19, que deu resultado positivo e confirmou que também está infetado, precisou Marcelo Guerreiro.

O bebé, que frequenta a Creche e Jardim-de-Infância da Santa Casa da Misericórdia de Ourique, a funcionar nesta vila do distrito de Beja, e a mãe estão em casa, em isolamento, bem e assintomáticos, disse o autarca.

Em declarações à Lusa, o provedor da Santa Casa da Misericórdia de Ourique, José Raul dos Santos, disse que o bebé, que vai fazer 11 meses na segunda-feira, estava com mais oito bebés na única das duas salas do berçário da creche em funcionamento.

Depois de se ter sabido que a criança estava infetado, a sala do berçário foi fechada e vai ser desinfetada. Os outros oito bebés e os cinco funcionários da sala foram para casa e vão ser testados de acordo com as orientações da autoridade de saúde, disse José Raul dos Santos.

O provedor referiu que todas as outras salas da Creche e Jardim-de-Infância da Santa Casa da Misericórdia de Ourique estão a funcionar e também deverão ser feitos testes de despiste de covid-19 a todas as outras crianças que frequentam o espaço, bem como a todos os outros funcionários que trabalham na instituição.

O primeiro caso positivo de covid-19 no lar da aldeia de Santa Luzia, também propriedade da Santa Casa da Misericórdia de Ourique, relativo a uma idosa de 85 anos, tinha sido detetado no domingo, após um teste realizado pela utente no hospital de Beja, devido a "um episódio hospitalar de urgência".

Fonte da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo disse à Lusa que a idosa foi operada e está internada no piso dedicado à covid-19, com um estado de saúde considerado "estável".

Após ter sido detetado o primeiro caso de infeção, foram feitos na terça-feira testes de despiste de covid-19 aos restantes 16 utentes e 24 funcionários do lar, tendo 26 dado resultado positivo, elevando para 27 o número de infetados, precisou Marcelo Guerreiro.

Com a confirmação da infeção do bebé, subiu hoje para 28 o número de infetados associados ao lar.

Segundo o autarca, dos 40 testes feitos na terça-feira, 26 resultaram positivos (13 utentes e 13 funcionários), 10 deram resultados negativos (um utente e nove funcionários) e quatro tiveram resultados inconclusivos (dois utentes e dois funcionários).

Marcelo Guerreiro disse que o único utente com resultado negativo no teste foi retirado do lar na quarta-feira para uma casa do município, e os dois utentes e dois funcionários com resultados inconclusivos vão manter-se no lar enquanto aguardam pelos resultados de segundos testes.

Hoje foram feitos testes de despiste de covid-19 aos contactos diretos dos infetados no Lar de Santa Luzia, adiantou o autarca, referindo que "não está em cima da mesa" a colocação de uma cerca sanitária à aldeia, que tem cerca de 350 habitantes.

Lusa

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
20 19
13 11
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda