Mais de 18 milhões de euros para aumentar a população do Lince-Ibérico
Publicado | 2020-09-11 04:17:39
 
O projecto LYNXCONNECT – Criando uma metapopulação de lince-ibérico genética e demograficamente funcional, tem como objectivo central o aumento da população de lince-ibérico e o reforço da conectividade entre as subpopulações de Portugal e Espanha.
 

O projecto “LYNXCONNECT” foi submetido em 2019, por Espanha e Portugal, a financiamento ao programa “LIFE ACTION GRANTS”, tendo obtido aprovação preliminar na fase final de selecção, após o que os serviços da União Europeia comunicaram no passado mês de Maio, a todos os parceiros, através do beneficiário coordenador – Junta de Andaluzia - que este novo projecto passou nos diferentes critérios de avaliação, tanto por consistência e qualidade técnico-financeira, como devido ao valor acrescentado para a União Europeia.

Segundo o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, (ICNF), este projecto, que agrega 20 parceiros ibéricos, tem como beneficiário coordenador a Consejería de Agricultura, Ganadería, Pesca y Desarrollo Sostenible da Junta de Andaluzia, e por parte de Portugal, para além do ICNF, participam como parceiros a Infraestruturas de Portugal, (IP) e a Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL).

Em termos financeiros o projecto implica um investimento total de 18,754 milhões de euros, cabendo ao ICNF um pouco mais de 1,5 milhões, sendo a taxa de financiamento de 60,67 %, o que se traduz num financiamento comunitário global de perto de 11,4 milhões de euros.

Portugal, através do ICNF, da Infraestruturas de Portugal e da CIMBAL, e com o apoio de outras entidades públicas e privadas pretende consolidar a população criada entre 2015 e 2018 no Vale do Guadiana, estabelecer pequenos núcleos populacionais que reforcem a conectividade com as subpopulações de Andaluzia, Castilla-La Mancha e da Extremadura espanholas e, ainda, equacionar a possibilidade de identificar e caracterizar uma nova área de reintrodução, através da avaliação de potenciais territórios que reúnam as condições adequadas de habitat, alimento, continuidade natural e tranquilidade e aceitação social para o estabelecimento de uma nova população.

Da experiência obtida no Vale do Guadiana, a presença do lince-ibérico neste território, traduziu-se em diversas mais-valias para a população residente ou que dele depende economicamente, não tendo a sua presença representado uma nova condicionante, antes pelo contrário, uma vez que atraiu visitantes e passou a constituir uma marca de elevada qualidade e potenciadora de novos visitantes e de novas actividades económicas para o Vale do Guadiana.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
25 25
16 15
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda