Máscaras podem vir a ser obrigatórias na rua
Publicado | 2020-08-31 04:09:45
 
Graça Freitas afirmou que a DGS está, neste momento, a analisar a questão do uso das máscaras em três aspectos importantes. A primeira prende-se com o facto de existir uma nova orientação da Organização Mundial de Saúde (OMS) sobre o uso de máscaras por crianças a partir dos seis anos.
 

O segundo aspecto em estudo é a utilização da máscara em locais públicos. Neste ponto, a directora-geral de saúde lembrou que tem sido a postura das autoridades portugueses tomar medidas proporcionais ao risco. Graça Freitas frisou que "temos de ter noção do risco e actuar em conformidade”. Dando como exemplo que "ir de facto para uma rua movimentada de uma cidade é diferente do que passear o cão às 22 horas numa zona não movimentada.  Teremos de ter esse bom senso e sentido de proporcionalidade

A terceira vertente em estudo pela autoridade de saúde está relacionada com o estudo de eficácia de determinadas máscaras, podendo daí resultar, não uma orientação, mas a disponibilização de informação sobre cada tipo destes equipamentos.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
27 24
13 12
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda